Docentes Permanentes

Docentes que exercem atividades de pesquisa, ensino e orientação em consonância com a missão, visão e objetivos estratégicos do PPGFQM. Possuindo excelência acadêmica, liderança, capacidade de formar recursos humanos de qualidade, captar recursos, ter visibilidade internacional, nacional e regional, além de contribuir para a qualificação da produção científica e/ou tecnológica do Programa.

ana luisa.gif

Ana Luisa Palhares de Miranda

Professora Associada IV da Faculdade de Farmácia/UFRJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/8705469754628887; https://orcid.org/0000-0002-4410-9521

EndereçoAvenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco B/ss, sala 22, Cidade Universitária

Laboratório: Laboratório de Estudos em Farmacologia Experimental (LEFEx)

Telefone: +55 (21) 2562-6503

E-mailanalu@pharma.ufrj.br

Bio: Ana Luísa Palhares de Miranda possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, concluiu o doutorado em Farmacologia pelo Institut National Polytechnique de Toulouse em 1986 e realizou pós-doutorado no Centro de Pesquisas da Sanofi Recherche - Toulouse(1988). Atualmente é Professor Associado IV da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, membro da Sociedade de Farmacologia e Terapêutica Experimental (SBFTE), membro da International Association for tthe Study of Pain (IASP), membro da Sociedade Brasileira de Química (SBQ) e da Associação Brasileira de Ciências Farmacêuticas (ABCF). Coordenadora do Laboratório de Estudos em Farmacologia Experimental (LEFEx), atua na área da Farmacologia e Desenvolvimento de Fármacos com ênfase na Farmacologia da Inflamação, Dor e Trombose, e nas áreas de Ensaios Biológicos, Controle Biológico de Qualidade, colaborando estreitamente com pesquisadores da área da Química Medicinal e Química de Produtos Naturais, coordenando projetos e orientando alunos de IC, Mestrado e Doutorado. Atua nos programas de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas (FF, UFRJ) e em Farmacologia e Química Medicinal (ICB, UFRJ). Publicou 69 artigos em periódicos especializados e mais de 150 trabalhos em anais de eventos. Possui 12 produtos tecnológicos/patentes registrados. Participou de mais de 30 eventos no Brasil e exterior. Orientou 16 dissertações de mestrado e 03 teses de doutorado, alem de ter orientado 26 trabalhos de iniciação cientifica nas áreas da farmacologia, farmácia e química. Os termos mais frequentes na contextualização da produção cientifica, tecnológica e artístico-cultural são: doenças inflamatórias crônico-degenerativas, dor, antiinflamatórios, analgésicos, antitrombóticos, anti-agregante plaquetários

Linhas de pesquisa: Avaliação Farmacológica de Substâncias Bioativas; Ensaios Biológicos: pesquisa, desenvolvimento e controle de qualidade

Manssour_edited.jpg

Carlos Alberto Manssour Fraga

Professor Titular do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível1A e CNE/FAPERJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/9782159937151139; https://orcid.org/0000-0001-6733-7079

​Telefone: +55(21) 3938-6447

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 1 anexo, Cidade Universitária

E-mail: cmfraga@ccsdecania.ufrj.br

Bio: Carlos Alberto Manssour Fraga, farmacêutico formado pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1988, Mestre (1991) e Doutor (1994) em Química Orgânica pelo Instituto de Química da UFRJ. Atualmente é Professor Titular do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, onde desde 1992 atua como docente. Orientador do quadro permanente dos Programas de Pós-Graduação em Química do Instituto de Química da UFRJ e de Pós-Graduação em Farmacologia e Química Medicinal do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, por onde já orientou mais de 50 teses e dissertações na área da química medicinal. Pesquisador 1A do CNPq e cientista do nosso estado da FAPERJ, contribuiu como autor/inventor de mais de 200 artigos científicos em periódicos internacionais indexados e 21 patentes nacionais e internacionais na área de fármacos. Desenvolve suas atividades de pesquisa no Laboratório de Avaliação e Síntese de Substâncias Bioativas (LASSBio) da UFRJ, atuando nas áreas de química medicinal, síntese e tecnologia químico-farmacêutica de protótipos bioativos candidatos a fármacos.

Linhas de Pesquisa: Planejamento, Síntese e Avaliação Farmacológica de Novas Substâncias Bioativas; Síntese de Novos Síntons Heterocíclicos Úteis no Planejamento de Novos Candidatos à Fármacos; Planejamento, Síntese e Avaliação Farmacológica de Candidatos a Fármacos Multialvo para Doenças Crônicas Multifatoriais.

claudia martins.gif

Cláudia Lucia Martins da Silva

Professora Associada IV do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nivel1D e CNE/FAPERJ

Laboratório: Laboratório de Farmacologia Bioquímica e Molecular (LFBM) 

Currículohttp://lattes.cnpq.br/6943489346365796https://orcid.org/0000-0001-9227-6036

Telefone: +55 (21) 3938-6732

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 17. Cidade Universitária

E-mailsilva.claudiamartins.ufrj@gmail.com

Bio: Farmacêutica formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, defendeu a Tese de Doutorado no Instituto de Bioquímica Médica Leopoldo de Meis (UFRJ) com ênfase em farmacologia e bioquímica vascular, tendo desenvolvido uma parte experimental na Université Catholique de Louvain (Bélgica). O Pós-doutorado foi realizado na USP investigando a regulação da via nitrérgica endotelial pelo hormônio melatonina. Atualmente é professora Associada 4 da UFRJ, Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq, Cientista do Nosso Estado FAPERJ, membro do Conselho Deliberativo da Sociedade Brasileira de Farmacologia e Terapêutica Experimental (SBFTE) e Editora Associada da Frontiers in Pharmacology. A Dra. Silva coordena o Diretório de Pesquisa no CNPq: Biologia do Endotélio Vascular (PI) com base no Laboratório de Farmacologia Bioquímica e Molecular (ICB/UFRJ), e mantém colaborações científicas nacionais e internacionais. Nos últimos anos seu grupo de pesquisa vem identificando alterações endoteliais que contribuem para complicações mesentéricas em doenças inflamatórias tais como esquistossomose, e mais recentemente na hipertensão arterial pulmonar. Vem coordenando diversos projetos de pesquisa com colaboradores nacionais e estrangeiros em editais FAPERJ e CNPq. Os projetos de pesquisa investigam o papel da sinalização purinérgica e da Cav-1 na disfunção endotelial e em macrófagos, identificando a relevância para a inflamação intestinal, pulmonar e imunossupressão esquistossomóticas. Outra linha de pesquisa com perfil de inovação, e no contexto da farmacologia da inflamação, envolve a temática de desenvolvimento de novos fármacos para tratamento da hiperplasia prostática benigna. Coordena desde 2007 (PI) o projeto que avalia novos derivados N-fenilpiperazínicos (série LDT) com perfil de antagonismo multi-alvo na via adrenoceptores-EGFR e redução da proliferação de células estromais humanas. Tal projeto foi objeto de pedido de depósito de patente nos EUA, Europa, dentre outros países. A pesquisadora é afiliada à Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Sociedade Brasileira de Farmacologia Terapêutica e Experimental (SBFTE), American Heart Association (AHA), e atua como revisor ad hoc na Frontiers in Pharmacology, European Journal of Pharmacology, Journal of Pharmacology and Experimental Therapeutics e PLoS One. Atualmente exerce a o cargo de Diretora Adjunta de Graduação (ICB/UFRJ), e orienta pelo programa de pós-graduação em Farmacologia e Química Medicinal. 

Linhas de Pesquisa: Farmacologia de adrenoceptores na HPB: fisiopatologia, plasticidade e novos fármacos; 
Biologia do endotélio vascular: implicações na inflamação em doenças infecciosas e degenerativas; Regulação da função endotelial por melatonina e análogos.

Eliezer Barreiro.gif

Eliezer Jesus de Lacerda Barreiro

Professor Titular do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível 1A e CNE/FAPERJ

Currículohttp://lattes.cnpq.br/5942068988379022; https://orcid.org/0000-0003-1759-0038

Laboratório: Laboratório de Avaliação e Síntese de Substâncias Bioativas (LASSBio)

Telefone: +55 (21) 3938-6644

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco A, SS. Cidade Universitária

E-mail: ejbarreiro@ccsdecania.ufrj.br

Bio: Eliezer J. Barreiro nasceu no Rio de Janeiro, em maio de 1947. É farmacêutico (1970) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Mestre em Ciências em Química de Produtos Naturais, UFRJ (1973). Docteur d´État des Sciences, Chimie Médicale na Université Scientifique et Médicale de Grenoble, França (1978). Professor Titular Concursado da Universidade Federal do Rio de Janeiro desde 1986, lotado no Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Autor e coautor de 354 artigos científicos publicados em periódicos indexados. Tem índice h = 43 com 8042 citações no Scopus (09/10/2019). É autor de 12 capítulos de livros sobre Química Medicinal e autor de 5 livros publicados: Química Medicinal: as bases moleculares da ação dos fármacos, 1a, 2a e 3a edição, ISBN 9788582711170, 2015, Editora Artmed, Porto Alegre, RS e Práticas de Química Farmacêutica y Medicinal, CYTED, setembro de 2002, Química e Saúde, SBQ, 2014. Inventor/co-inventor de ca. 22 pedidos de patentes depositados no INPI (BR), de vários PCTs e de patente concedida pelo USPTO, número 7.091.238 de 15 de agosto de 2006, intitulada Thienylhydrazone with digitalis-like properties (positive inotropic effects), novo candidato a fármaco cardioativo (LASSBio-294) e pelo INPI BR 102013001809-0 concedida em 12/02/2019. Orientou/co-orientou ca. 100 pós-graduandos (65 dissertações de mestrado / 35 teses de doutorado), vários trabalhos de iniciação científica (> 100) nas áreas da Química Medicinal, Ciências Farmacêuticas, Biofísica, Farmacologia e Química Medicinal. É Oficial Grã Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico da Presidência da República do Brasil (2010); membro associado estrangeiro da Real Academia de Farmácia de Castilla y Leon da Espanha (2013), Comenda do Mérito Farmacêutico do Estado de Pernambuco (CRF-PE) em 2010; membro titular da Academia Brasileira de Farmácia Militar com a cadeira número 67; detentor do Prêmio 30 Anos da FAPERJ como Cientista da área de Ciências Exatas (2010); Prêmio Senior BrazMedChem pela contribuição à Química Medicinal, Divisão de Química Medicinal da SBQ, 2008; Prêmio Rheinboldt-Hauptmann, Instituto de Química da Universidade de São Paulo, SP (2002). É Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências, desde 2001. É pesquisador 1A do CNPq desde 1986. Cientista do Nosso Estado, FAPERJ (2012-2014; 2014-2016); membro do Conselho da Agência UFRJ de Inovação 2011-2013 e 2014-2016; membro do Comitê Assessor da área de Farmácia do CNPq (2014-2018) e Coordenador de 2015-2018; membro do Comitê Assessor de Editoração do CNPq (2013-2016). Membro da Comissão Científica do Centro de Desenvolvimento de Tecnologias para a Saúde (CDTS) da Fiocruz; Conferencista da Aula Magna do CCS da UFRJ (22/03/2019) no ano de seu cinquentenário. É editor da Revista Virtual de Química (SBQ). Membro do Corpo Editorial do Drug Discovery Today:Technologies (Elsevier), Journal of Braz. Pharm. Sci (USP), Archiv der Pharmazie, Wiley e Drug Design Methodologies (2015), Frontiers in Medicinal Chemistry (2015). Em suas atividades colaborou com ca. 380 pesquisadores. É fundador e Coordenador Científico do Laboratório de Avaliação e Síntese de Substâncias Bioativas (LASSBio) da UFRJ, criado em 19 de abril de 1994. É o idealizador e seu coordenador da Escola de Verão em Química Farmacêutica Medicinal (EVQFM), desde 1994, atingindo 25 edições ininterruptas em 2019. Chair do 8th Brazilian Symposium on Medicinal Chemistry (BrazMedChem2016), novembro 2016. É Editor do Portal dos Fármacos, de popularização das Ciências dos Fármacos e Medicamentos.Coordenador do projeto de pesquisas Eurofarma-INCT-INOFAR/LASSBio-UFRJ de inovação farmacêutica radical (2018). É membro do Sub-Committee de Drug Discovery & Development da IUPAC (2010). É Coordenador Científico do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Fármacos e Medicamentos (INCT-INOFAR, http://www.inct-inofar.ccs.ufrj.br) entre outros.

Linha de Pesquisa: Química Medicinal e a Invenção de Novos Candidatos a Fármacos

floriano.gif

Floriano Paes Silva Junior

Pesquisador Titular do Instituto Oswaldo Cruz/Fiocruz

Bolsista: CNPq - Nível 2 

Currículo: http://lattes.cnpq.br/9391830500474290; https://orcid.org/0000-0003-4560-1291

Laboratório: Laboratório de Bioquímica Experimental e Computacional de Fármacos (LaBECFAr);

Telefone: +55 (21) 3865-8248

Endereço: Av. Brasil, 4365. Pavilhão Leonidas Deane, sala 309. Manguinhos.

E-mail: floriano@ioc.fiocruz.br

Bio: Possui graduação em Farmácia (Habilitação Indústria) pela Universidade Federal Fluminense (2002) e doutorado em Química Orgânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005). Pós-Doutorado no Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular, Instituto Oswaldo Cruz, FIOCRUZ (2006). Pós-Doutorado no Department of Molecular Biosciences, University of Kansas (2008). Atualmente é Pesquisador Titular e chefe do Laboratório de Bioquímica Experimental e Computacional de Fármacos do IOC/FIOCRUZ. Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Estrutura e Química de Proteínas, atuando principalmente nos seguintes temas: Modelagem molecular, Desenho de Fármacos, Ensaios de Alta Vazão (HTS) e Biologia Molecular Estrutural. Foi coordenador do programa de pós-graduação em Biologia Computacional e Sistemas do Instituto Oswaldo Cruz/ FIOCRUZ no período de Junho de 2010 a Novembro de 2013. Docente permanente do programa de pós-graduação em Biologia Celular e Molecular (conceito 7 da CAPES) do Instituto Oswaldo Cruz, FIOCRUZ. Membro da Diretoria da Associação Brasileira de Bioinformática e Biologia Computacional - AB3C (2012-2014). Membro Ordinário da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular. Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Química. Foi bolsista do Programa Jovem Cientista do Nosso Estado (FAPERJ) de 2009 a 2018. É atual Cientista do Nosso Estado da FAPERJ desde 2021. Líder do Grupo de Pesquisa do CNPq em Bioquímica Experimental e Computacional de Fármacos. 

Linhas de Pesquisa: Biologia Molecular Estrutural, Bioinformática e Modelagem Molecular Aplicadas ao Estudo da Estrutura e Função de Proteínas de Importância para a Saúde Humana; 
Identificação de novas moléculas bioativas a partir de ensaios em alta vazão HCS/HTS; Caracterização de novos alvos moleculares para o desenvolvimento de fármacos contra a esquistossomose; Exploração de enzimas ativas sobre carboidratos como alvos de desenvolvimento de fármacos; Identificação e elucidação do mecanismo de ação de agentes citotóxicos com ação anticancerígena; Aceleração do ciclo DMTA na descoberta de fármacos por Deep learning e Síntese em chip.

françois.gif

François Germain Noël

Professor Titular do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

BolsistaCNPq - Nível1B e CNE/FAPERJ

Currículohttp://lattes.cnpq.br/5962306335524096https://orcid.org/0000-0001-6813-1347

Laboratório: Laboratório de Farmacologia Bioquímica e Molecular (LFBM);

http://francoisnoelfarmac.wixsite.com/fnoel/laboratorio

Telefone: +55 (21) 3938.67.32

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 17. Cidade Universitária

E-mailfnoel@pharma.ufrj.br

Bio: Possui graduação em Ciências Farmacêuticas - Université Catholique de Louvain, Bélgica (1978) e Doutorado em Ciências Farmacêuticas (Farmacologia) - Université Catholique de Louvain (1982). Professor Titular concursado da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Programa de Farmacologia / ICB, desde 2004). Tem experiência na área de Farmacologia, com ênfase em Farmacologia Bioquímica e Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: Na,K-ATPase, Esquizofrenia, Hiperplasia Prostática Benigna, interação fármaco-receptor (eg, binding) além de ter experiência em Farmacocinética clínica (Bioequivalência e PK/PD, na época em que era Investigador Principal do Centro de Bioequivalência da FF-UFRJ) e em Descoberto de candidatos à fármacos, com depósito de pedidos de patentes internacionais e um licenciamento para empresa privado de desenvolvimento de produtos (Janeiro 2015). Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia da UFRJ (Farmacologia e Terapêutica Experimental: 1990-1996; Farmacologia e Química medicinal: 2009-2010). Eleito membro (2012-2014) e Presidente (2015-2017) do Conselho Deliberativo da SBFTE. Membro do CA-BF do CNPq (2015-2018). Autor de e-book chancelado pela SBFTE sobre "Ensaios de binding" (2017). Participa ativamente das atividades de divulgação científica da SBFTE (glossário semântico de farmacológico: 28 matérias). Coordenador do SIGFarmaco (grupo de interesse especial em Farmacologia e Terapêutica da Rede RUTE de Telemedicina) na UFRJ. Índice h: 22 ; número de citações= 1.894 (PUBLONS=WebSci, em 24/04/2022). Bolsista 1B do CNPq (2010-2023); Bolsista "Cientista do Nosso Estado" da FAPERJ/RJ (2017-2022).

Linha de Pesquisa: Sistema neuromuscular como alvo para fármacos esquisotossomicídas; Caracterização de novos inibidores da Na+,K+-ATPase; Farmacocinética humana; Desenvolvimento de novos fármacos: avaliação farmacológica; Estudo das alterações vasculares no camundongo infectado com Schistosoma mansoni; Estudo da neurotransmissão e controle neuromotor do Schistosoma mansoni; Farmacologia bioquimica e molecular.

Gilda_Neves.jpg

Gilda Angela Neves

Professora Associada I do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/1352255992428449; https://orcid.org/0000-0002-7027-3851

Laboratório: Laboratório de Farmacologia Molecular

Telefone+55 (21) 2280-4694

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 29. Cidade Universitária

E-mail: ganeves@icb.ufrj.br

Bio: Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001), mestrado (2003) e doutorado (2009) pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Fez pós-doutorado no GraceLab, Departamento de Neurociências da Universidade de Pittsburgh, supervisionada pelo Prof. Anthony A. Grace. Atualmente e orientadora de mestrado e doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Farmacologia e Química Medicinal da UFRJ e professor adjunto no Programa de Graduação em Farmacologia da UFRJ. Tem experiência na área de Farmacologia e Eletrofisiologia, com ênfase em Neurofarmacologia, atuando principalmente nos seguintes temas: esquizofrenia, depressão, farmacologia comportamental, eletrofisiologia, dopamina, acetilcolina, memória, desenvolvimento de fármacos neuroativos (Researcher ID K-7573-2012; ORCID 0000-0002-7027-3851)

Linhas de Pesquisa: Estudo de Fatores de Risco e Novas Estratégias de Tratamento para a Esquizofrenia e Depressão; 
Estudo Eletrofisiológico de Alterações na Neurotransmissão Colinérgica e dos Efeitos da Modulação de Receptores Nicotínicos Alfa7 em Modelo Animal Desenvolvimental de Esquizofrenia.

gisele zapata.gif

Gisele Zapata Sudo

Professora Titular do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível1D e CNE/FAPERJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/3556763327505751https://orcid.org/0000-0002-9066-5027

Laboratório: Laboratório de Farmacologia Cardiovascular (LABCardio)

Telefone: +55 (21) 3938-6505

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. CCS, bloco J, sala 11. Ilha do Fundão

E-mail: gzsudo@oi.com.br

Bio: Possui graduação em Medicina pela Fundação Técnico Educacional Souza Marques (1986), mestrado em Ciências (Farmacologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989) e doutorado em Ciências (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994). Aperfeiçoamento na Divisão Cardiovascular da Merck Sharp Dohme na Pensilvânia, EUA (1990). Pós-doutoramento no Departamento de Anestesia da Wake Forest University, EUA (1994, 1995, 2000, 2015). Estágio sênior no Departamento de Ciências Médicas e Cirúrgicas na Università degli Studi della Campania "Luigi Vanvitelli? na Itália (2019). Atualmente é pesquisadora do CNPq 1D e Cientista do Nosso Estado da FAPERJ. Fellow da American Heart Association e membro da Sociedade Brasileira de Farmacologia e Terapêutica Experimental. Publicou mais de 100 trabalhos científicos em revistas internacionais indexadas na temática de desenvolvimento de fármacos, farmacologia cardiovascular e cardiologia buscando novas alternativas de tratamento de doenças cardiovasculares.

Linha de Pesquisa: Acompanhamento de pacientes com complicações cardíacas pós - COVID-19: Avaliação hemodinâmica e metabolômica; Desenvolvimento de Novas Substâncias Naturais e Sintéticas; Pesquisa Pré-clínica de Novos candidatos a Fármacos para Prevenção e Tratamento de Doenças Cardiovasculares.

Joao alfredo.gif

João Alfredo de Moraes Gomes da Silva

Professor Adjunto A do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível 2 e JCNE/FAPERJ

Currículohttp://lattes.cnpq.br/6043039357110992; https://orcid.org/0000-0002-8563-6432

Laboratório: Laboratório de Biologia Redox

Telefone: +55 (21) 3938-6733

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. CCS, bloco J, sala 25. Ilha do Fundão

E-mail: joaomoraes@icb.ufrj.br

Bio: Atualmente é Jovem Pesquisador Fluminense (FAPERJ), Bolsista de Produtividade do CNPq (PQ-2) e Jovem Cientista do Nosso Estado (FAPERJ). É coordenador adjunto do Programa de Pesquisa em Farmacologia e Inflamação no Instituto de Ciências Biomédicas (UFRJ). Atua como professor adjunto no Laboratório de Biologia Redox (Labio RedOx) e presta assessoria técnica ao Ministério da Educação (INEP). Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2005) e mestrado e doutorado em Biologia (Biociências Nucleares) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Parte do doutorado foi realizada no PARis Cardiovascular research Center (PARCC). Realizou pós-doutorado no laboratório de farmacologia celular e molecular (UERJ) com bolsa FAPERJ PAPD nota 10. Tem experiência na área de Farmacologia, com ênfase em Farmacologia Bioquímica e Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: mediadores inflamatórios, doenças cardiovasculares, desintegrinas, vias de sinalização e vesículas extracelulares.

Linhas de Pesquisa: Biologia das Interações Celulares; Interação Fármaco-receptor e Sinalização Celular.

josiane.gif

Josiane Sabbadini Neves

Professora Associada III do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível 2 e CNE/FAPERJ

Currículohttp://lattes.cnpq.br/2155850602268512; https://orcid.org/0000-0002-6645-1715

Laboratório: Laboratório de Imunofarmacologia e Inflamação

Telefone: +55 (21) 3938-6460

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho 373, Centro de Ciências da Saúde. CCS. Bloco F, sala 14. CEP 21941-902

E-mail: jneves@icb.ufrj.br

Bio: Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999), doutorado em Ciências Biológicas por esta mesma universidade (2004) e pós-doutorado pela Harvard Medical School (Boston - USA - 2005-2009). É atual coordenadora do Programa de Pós Graduação em Imunologia e Inflamação (IMPG - UFRJ) (desde dez 2021). Foi membro da Comissão Dliberativa da Pós-Graduação em Farmacologia e Química Medicinal (ICB/UFRJ) (2019-2020). Foi coordenadora do Programa de Graduação em Farmacologia (2013-2014) e membro do corpo de diretores da International Eosinophil Society (2015-2019). Tem grande experiência em mecanismos de ativação leucocitária e resposta inflamatória alérgica e a patógenos, em especial fungos. Seus projetos de pesquisa atuais envolvem a investigação das vias de sinalização celular que levam à liberação de redes de DNA por leucócitos, bem como sua relevância clínica. Como parte de uma outra linha de investigacao também tem por objetivo a caracterização da expressão e participação de proteínas do inflamassoma na ativação do eosinófilo in vitro e na inflamação eosinofílica in vivo. Também é objeto de interesse o estudo da expressão e funcionalidade de receptores purinérgicos na inflamação eosinofílica. Atualmente é Professora Associada III do Instituto de Ciências Biomédicas - ICB - Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ.

Linhas de Pesquisa: Estudo da expressão e funcionalidade de receptores purinérgicos na ativação leucocitária e resposta inflamatória, em especial na inflamação eosinofílica; Caracterização da expressão e participação de proteínas do inflamassoma na ativação do eosinófilo in vitro e na inflamação eosinofílica in vivo; Estudo das vias de sinalização celular que levam à liberação de redes de DNA por leucócitos humanos; Desenvolvimento de candidatos a fármacos com potenical antialérgico.

leandro.gif

Leandro Miranda Alves

Professor Associado II do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível 2 e CNE/FAPERJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/9883547704448526https://orcid.org/0000-0001-7832-8717

Laboratório: Laboratório de Endocrinologia Experimental - LEEx

Telefone: +55 (21) 3938-6552

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Bloco G, sala G1-060. Cidade Universitária.

E-mail: leandro.alves@icb.ufrj.br

Bio: Graduado em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Mestre em Ciências (Biologia Celular) pela Fundação Oswaldo Cruz, Doutor em Ciências (Farmacologia e Química Medicinal) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Pós-Doutor em Neuroendocrinologia pelo Max Planck Institute of Psychiatry. Atualmente é Professor Associado II do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Orientador Permanente do Programa de Pós-Graduação em Endocrinologia da Faculdade de Medicina e do Programa de Pós-graduação em Farmacologia e Química Medicinal do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Avaliador do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira/Ministério da Educação, Membro da Sociedade Brasileira de Biologia Celular, da Latin American Thyroid Society e da European Society of Endocrinology, Jovem Cientista do Nosso Estado (JCNE-FAPERJ)(2014-2017), Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPQ - Nível 2 (2018-2020), CNE-FAPERJ (2021-atual), Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPQ - Nível 2 (2022-xxxx) e Membro Membro do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho e da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2022-xxx). Atuando principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: Mecanismos Celulares e Moleculares da Ação de Desreguladores Endócrinos e Bases Celulares e Moleculares de Tumores Hipofisários.

Linhas de PesquisaBases celulares e moleculares dos tumores hipofisários e mecanismos celulares e moleculares da ação de contaminantes ambientais – interferentes endócrinos.

lidia%20moreira%20lima_edited.jpg

Lídia Moreira Lima

Professora Titular do Instituto de Ciências Biomédicas (UFRJ)

Bolsista: CNPq - Nível 2 e CNE/FAPERJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/3986190995983234https://orcid.org/0000-0002-8625-6351

Telefone: +55 (21) 3938-6503

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, Bloco B, salas B14 - Cidade Universitária

E-mail: lmlima23@gmail.com

Bio: É Professora Titular do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Farmacêutica formada pela Faculdade de Farmácia da UFRJ (1994). Possui Mestrado (1997) e Doutorado (2001) em Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997), na especialidade de Química Medicinal, e Pós-Doutorado em Química Medicinal pela Universidade de Navarra (UNAV, Pamplona, Espanha). Foi Secretária Regional da SBQ-Rio (2010-2012) e Chefe do Departamento de Fármacos (2010-2012) da Faculdade de Farmácia da UFRJ. Foi bolsista do programa Jovem Cientista da FAPERJ. É pesquisadora nível 2 do CNPq, Cientista do Nosso Estado da FAPERJ e Superintendente Científica do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Fármacos e Medicamentos (INCT-INOFAR). Foi coordenadora do Programa de Pesquisa em Desenvolvimento de Fármacos do ICB-UFRJ (2014-2016), vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia e Química Medicinal (PPGFQM; ICB-UFRJ, 2014-2018) e Diretora Adjunta de Graduação (ICB-UFRJ, 2015-2018). É coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia e Química Medicinal do ICB-UFRJ e Tesoureira da Sociedade Brasileira de Química (SBQ, Gestões 2020-2022 e 2022-2024). Trabalha no Laboratório de Avaliação e Síntese de Substâncias Bioativas (LASSBio, ICB, UFRJ) em projetos de pesquisa na área de Química Medicinal, atuando nos seguintes temas: desenho e síntese de novos anti-inflamatórios; novos candidatos a fármacos quimioterápicos e hipoglicemiantes orais; otimização do composto-líder; estudo das propriedades druglikeness e metabolismo de xenobióticos.

Linhas de Pesquisa: Estudos para o desenvolvimento de novos protótipos de fármacos antiinflamatórios e antiasmáticos; Desenvolvimento de novos candidatos a fármacos para o tratamento de doenças negligenciadas e infecto-contagiosas; Desenvolvimento de novos protótipos antitumorais; Estudo do metabolismo, farmacocinética e hepatotoxidade in vitro de compostos bioativos; Desenvolvimento de novos protótipos de fármacos para o tratamento do diabetes.

lucienne.gif

Lucienne da Silva Lara Morcillo

Professora Associada II do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

BolsistaCNPq - Nível 2 e JCNE/FAPERJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/6071237996317830https://orcid.org/0000-0002-2204-8799

Laboratório: Laboratório de Farmacologia Renal

Fone+55 (21) 3938-6733

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 26. Cidade Universitária

E-mail: lucienne.morcillo@gmail.com 

Bio: Possui graduação em Farmácia (1999), mestrado em Ciências Biológicas - Fisiologia (2000) e doutorado em Ciências Biológicas - Fisiologia (2004) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é Professor Associado II do Instituto de Ciências Biomédicas desta mesma universidade, Jovem Cientista do Nosso Estado (FAPERJ; 2013), pesquisador 2 do CNPq (2013). Também é membro regular da Sociedade Americana de Fisiologia (APS, 2009) e membro da Sociedade Brasileira de Nefrologia (2014). Líder do Laboratório de Farmacologia Renal, criado em março de 2015. Foi professora visitante na Tulane University (2010-2011), ministrando estudos de casos clínicos para o curso de medicina e recebeu o prêmio Young Investigator da Sociedade Americana de Fisiologia (2011). Tem experiência na área de Fisiologia e Farmacologia, com ênfase no sistema cardio-renal. Seu principal campo de interesse científico é o estudo de fenômenos da regulação do transporte de Na+ e Ca2+ em membranas biológicas em condições fisiológicas e patológicas. Mais recentemente seu laboratório passou a investigar os mecanismos associados ao estresse do retículo endoplasmático associado a lesão renal e a sinalização intracelular ativada pelo Na+ extracelular.

Linha de PesquisaModulação da Na-ATPase por Angiotensina-(1-7); Modulação da Na-ATPase insensível a ouabaina por Angiotensina-(1-7); Mecanismos moleculares da modulação da atividade Na+-ATPásica por Ang-(1-7); Mecanismos moleculares envolvidos na modulação da Ca+2-ATPase por angiotensina II e seus metabólitos; Modificações das respostas farmacológicas dos receptores renais de angiotensina II provocadas pela desnutrição perinatal; Identificação dos principais componentes fosfolipídicos presentes em Tripanosoma cruzi; Entendendo os mecanismos moleculares ativados pelo Na+ na hipertensão induzida pelo sal; Novos alvos farmacológicos para a lesão renal aguda: a modulação do estresse do retículo endoplasmático e da sinalização O-GlcNac; papel nefroprotetor de novas substâncias para o tratamento da lesão renal aguda: cafestol e wedelolactona; Reposicionamento farmacológico da doxiciclina para o tratamento da lesão renal aguda induzida por isquemia-reperfusão: envolvimento do estresse do retículo endoplasmático.

luis eduardo.gif

Luis Eduardo Menezes Quintas

Professor Associado II do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível 2  

Currículo: http://lattes.cnpq.br/9777575655021376; https://orcid.org/0000-0002-0767-1240

Laboratório: Laboratório de Farmacologia Bioquímica e Molecular (LFBM)

Telefone: +55 (21) 3938-6732

EndereçoAvenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 17. Cidade Universitária

E-mail: lquintas@icb.ufrj.br; lquintas@ufrj.br

Bio: Possui graduação em Farmácia (1992), além de Mestrado em Farmacologia e Terapêutica Experimental (1996) e Doutorado em Biofísica (2002) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Realizou estágio doutoral na Université Catholique de Louvain (Bélgica, 1997) e Pós-doutorado na University of Toledo/Medical University of Ohio (EUA, 2006-2007). Pesquisa na área de Farmacologia Bioquímica e Molecular, coordenando projetos sobre a regulação de ATPases de transporte iônico, em particular a Na/K-ATPase, e a modulação de novas vias de sinalização intracelular induzidas por esteroides cardiotônicos, além da caracterização farmacológica de novos candidatos à fármacos. É Professor Associado II de Farmacologia do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da UFRJ e docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia e Química Medicinal. Atua como revisor e membro do corpo editorial de diversas revistas científicas internacionais e é editor acadêmico da revista PLOS ONE, Frontiers in Physiology and Frontiers in Pharmacology.

Linhas de Pesquisa: Farmacologia dos Esteroides Cardiotônicos e Plasticidade da Na/K-ATPase: Transporte Iônico e Sinalização Celular; Desenvolvimento de Novos Fármacos: Screening Farmacológico.

luzineide.gif

Luzineide Wanderley Tinoco

Professora Associada IV do Instituto de Pesquisa de Produtos Naturais/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível 2

Currículohttp://lattes.cnpq.br/1183078302328411https://orcid.org/0000-0002-1299-6242

Laboratório: Laboratório de Análise de Desenvolvimento de Inibidores Enzimáticos (LADIE) e Laboratório Multiusuário de Análises por Ressonância Magnética Nuclear (LAMAR)

Telefone: +55 (21) 3938-6793

Endereço: Av. Carlos Chagas Filho, 373 (CCS) – Bloco H, sala H010 (LADIE) e H28 (LAMAR), Cidade Universitária, Rio de Janeiro, RJ, CEP 21941-902.

E-mail: lwtinoco@nppn.ufrj.br; lamar@nppn.ufrj.br

Bio: Graduada em Química (Licenciatura) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, fez mestrado e doutorado em Química na área de Ressonância Magnética Nuclear, no Instituto Militar de Engenharia, Pós-doutorado no Instituto de Bioquímica Médica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na área de RMN de proteínas e Estágio Sênior na Universidade da Califórnia em Riverside, na área de metabolômica. Atualmente é Professora Associada IV da UFRJ e Diretora do Instituto de Pesquisas de Produtos Naturais (IPPN). Atua como professora permanente dos programas de pós-graduação em Química de Produtos Naturais (IPPN-UFRJ) e de Farmacologia e Química Medicinal do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da UFRJ, sendo também membro do Programa de Pesquisa em Desenvolvimento de Fármacos (ICB-UFRJ). A Profa. Luzineide foi responsável pela instalação do Laboratório Multiusuário de Análises por Ressonância Magnética Nuclear (LAMAR), sendo sua coordenadora até hoje. Suas linhas de pesquisa consistem na identificação, quantificação e determinação estrutural de produtos naturais em extratos brutos por RMN, estudos de interações intermoleculares e determinação estrutural de peptídeos e proteínas por RMN. A Profa. Luzineide também coordena o Laboratório de Análise e Desenvolvimento de Inibidores Enzimáticos (LADIE) onde são desenvolvidos projetos que visam a aplicação da RMN no estudo das interações intermoleculares para o planejamento de fármacos, que inclui a busca de Inibidores para as enzimas nucleosídeo hidrolase e ornitina descarboxilase de Leishmania, Mpro e PLpro do Sars-Cov2 e AAK1 humana. A Profa. Luzineide possui diversas colaborações com grupos de pesquisa da UFRJ e de outras universidades do Brasil e do exterior, principalmente com a Universidad de la República no Uruguai e Universidad Nacional de Colombia. 

Linhas de Pesquisa: Determinação Estrutural de Proteínas e Peptídeos por RMN; Análise de Misturas Complexas e Estudos de Interações Intermoleculares por RMN; Desenvolvimento de inibidores enzimáticos; 

marco aurelio.gif

Marco Aurélio Martins

Pesquisador Titular do Instituto Oswaldo Cruz/Fiocruz

Bolsista: CNPq - Nível1A e CNE/FAPERJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/8423282472108016https://orcid.org/0000-0002-4708-5705

Laboratório: Laboratório de Inflamação, IOC/Fiocruz

Telefone: +55 (21) 2562-1358

EndereçoAvenida Brasil, 4365. Fiocruz. Rio de janeiro

E-mail: mam2856@gmail.com 

Bio: Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Ceará (1981), mestrado em Biologia (Biociências Nucleares) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1984), doutorado em Biologia Celular e Molecular pela Fundação Oswaldo Cruz (1991) e pós-doutoramento no William Harvey Institute (1996-1997) e Imperial College (1997-1998), Londres. Pesquisador Titular da Fundação Oswaldo Cruz e Pesquisador nível 1A do CNPq, chefia o Laboratório de Inflamação do Instituto Oswaldo Cruz desde 1991. Atua na área de farmacologia do processo inflamatório onde desenvolve estudos prospectivos e pré-clínicos de substâncias de origem natural e sintética, para o tratamento de doenças inflamatórias pulmonares como asma, silicose e DPOC. Possui 184 artigos publicados em revistas indexadas, tendo orientado 14 teses de Mestrado e 15 de Doutorado e 9 pós-doutorados. É editor setorial de Farmacologia do Brazilian Journal of Medical and Biological Research e membro do corpo de editores do Frontiers in Pharmacology. Marco Aurélio Martins é o presidente da Sociedade Brasileira de Farmacologia e Terapêutica Experimental (SBFTE) para o período 2021-2023.

Linha de Pesquisa: Busca de novos candidatos a fármacos antiinflamatórios e antiasmáticos; Estudo de mecanismos fisiopatológicos e alvos terapêuticos associados à asma e silicose.

newto.gif

Newton Gonçalves de Castro

Professor Associado do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível 2

Currículo http://lattes.cnpq.br/0585051132094289; https://orcid.org/0000-0001-9570-7428

Laboratório: Laboratório de Farmacologia Molecular (LFM)

Telefone: +55 (21) 2280-4694

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Bloco J, sala J1-029. Cidade Universitária.

E-mail: ngcastro@farmaco.ufrj.br

Bio: Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ e chefe do Laboratório de Farmacologia Molecular. Cursou graduação em Medicina e concluiu Mestrado em Engenharia Biomédica (COPPE) pela UFRJ. O doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica) concluído pela UFRJ foi realizado em parte na Universidade de Maryland (EUA), onde atuou como Postdoctoral Fellow. Tem experiência nas áreas de Neurociência, Biofísica e Farmacologia, com ênfase em Neurofarmacologia Molecular e métodos eletrofisiológicos, com interesses de pesquisa em receptores sinápticos e canais iônicos (nicotínicos, GABA, glutamato) e no desenvolvimento de fármacos para doenças neurodegenerativas e psiquiátricas. A lista de publicações com a métrica de citações atualizada pode ser acessada em https://publons.com/researcher/2861749/newton-g-castro/

Linhas de Pesquisa:  Farmacologia Molecular de Receptores Ionotrópicos; Neurofarmacologia Molecular, Celular e do Comportamento; Farmacologia de Novas Substâncias Naturais e Sintéticas.

nubia boechat.gif

Núbia Boechat Andrade

Tecnologista Senior da  Fundação Oswaldo Cruz. Fiocruz

Bolsista: CNPq - Nível 1D e CNE/FAPERJ

Currículohttp://lattes.cnpq.br/9152983185617827; https://orcid.org/0000-0003-0146-2218

Laboratório: Laboratório de Síntese de Fármacos de Farmanguinhos (LASFAR)

Telefone: +55 (21) 3977-2458

Endereço: Rua Sizenando Nabuco,100. Fundação Oswaldo Cruz, Instituto de Tecnologia em Fármacos

E-mailnboechat@gmail.com

Bio: É bolsista em produtividade em pesquisa do CNPq (Conselho Nacional de Pesquisa e desenvolvimento), Cientista do Nosso Estado (CNE) pela FAPERJ. No período 2014-2016 foi vice-secretária da Regional Rio da Sociedade Brasileira de Quimica (SBQ-Rio). Em 2007 foi subsecretaria de saúde do município de Niterói, RJ. Possui graduação pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestrado em síntese orgânica pelo Núcleo de Pesquisas de Produtos Naturais (NPPN) da UFRJ, doutorado em química pelo Instituto de Química (IQ) da UFRJ, com estágio "sanduíche" na Universidade de York, Inglaterra. Fez estágio de pós-doutorado na London School of Hygiene and Tropical Medicine de Londres, Inglaterra. É orientadora de mestrado e doutorado do quadro permanente dos cursos de Pós-Graduação em Pesquisa Translacional de Fármacos e Medicamentos da Fiocruz, do Programa de Farmacologia e Química Medicinal do Instituto de Ciências Biomedicas - ICB-UFRJ e, até 2020, do Programa de Pós-Graduação em Química da UFRJ. Nestes programas somam-se 31 mestrados e 15 doutorados concluídos. É tecnologista sênior da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), e desde 1986 tem ocupado vários cargos, inclusive como Diretora Executiva de Farmanguinhos. Atualmente é Vice-Diretora de Educação, Pesquisa e Inovação de Farmanguinhos, coordenando vários projetos da Fiocruz. Lidera um dos mais importantes grupos de P&D em síntese de fármacos do estado do Rio de Janeiro, visando a produção pública de fármacos e medicamentos. Inúmeras sínteses totais de importantes fármacos para a saúde pública têm sido desenvolvidas sob sua coordenação, e algumas destas tecnologias foram transferidas para a indústria farmoquímica nacional. No campo da inovação, o foco principal é a PD&I em fármacos, tendo experiência na área de química de organofluorados e de heterociclos, com ênfase em Química Medicinal. Algumas centenas de moléculas inéditas para as doenças negligenciadas, AIDS e câncer têm sido sintetizadas, gerando potentes em antimaláricos, antimicobacterianos, antichagásicos, antirretrovirais e antileucêmicos, que estão descritas em mais de uma centena de publicações, com alta soma de índice de impacto, e 47 patentes. Durante os seus 35 anos como cientista da Fiocruz, tem se dedicado à causa de melhorar os acessos aos medicamentos para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), com inúmeras contribuições de sucesso. Em 2021 foi vencedora do prêmio internacional Mulheres Brasileiras na Química, na categoria Liderança na Indústria, dado pela American Chemical Society em parceria com a Sociedade Brasileira de Química

Linha de Pesquisa: Química de organofluorados e obtenção de intermediários fluorados para a indústria farmacêutica; Gestão tecnológica na indústria farmacêutica; Síntese de fármacos; Química medicinal de heterociclos e/ou organofluorados em AIDS; Química medicinal de heterociclos e/ou organofluorados em câncer; 
Química medicinal de heterociclos e/ou organofluorados em doenças negligenciadas: malaria, tuberculose, doença de Chagas e leishmaniose; Quimica de organofluorados; Síntese Orgânica.

Patricia Dias.gif

Patrícia Dias Fernandes

Professora Titular do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível1D e CNE/FAPERJ

Currículohttp://lattes.cnpq.br/7880284010144634; https://orcid.org/0000-0001-6870-6745

Laboratório: Laboratório de Farmacologia da Dor e da Inflamação (LaFDI)

Telefone: +55 (21) 3938-6442

EndereçoAvenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 10. Cidade Universitária

E-mail: patrícia.dias@icb.ufrj.br; patricia.dias.icbufrj@gmail.com

Bio: Possui graduação em Ciências Biológicas (modalidade médica, Biomedicina) pela Universidade do Rio de Janeiro (UNIRIO, 1987), mestrado (1990) e doutorado (1996) em Química Biológica, pela pós-graduação em Química Biológica (IBQMed), da UFRJ. Fez pós-doutorado em imunofarmacologia, no Departamento de Imunologia (ICB, USP) (2003 a 2005). É professora titular do Instituto de Ciências Biomédicas, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, bolsista 1D do CNPq e Cientista do Nosso Estado da FAPERJ. Chefia o Laboratório de Farmacologia da Dor e da Inflamação onde desenvolve linhas de pesquisa direcionadas para a busca por novas substâncias originadas de produtos naturais ou sintéticas que possam vir a ser candidatas a protótipos de fármacos, atuando em estudos pré-clínicos nas áreas de inflamação, analgesia e câncer usando para tanto modelos agudos e crônicos de doenças. É coordenadora do Programa de Pós-graduação em Farmacologia e Química Medicinal (ICB/UFRJ), editora da revista Journal of Ethnopharmacology. Possui 90 artigos publicados em revistas indexadas e 4 patentes depositadas. Já orientou 20 dissertações de mestrado, 8 teses de doutorado e 5 pós-doutorados. O laboratório tem experiência em ensaios pré-clínicos e toxicológicos para validação de fitoterápicos

Linhas de Pesquisa: Atividade anti-inflamatória/analgésica e tumoricida de produtos naturais; Interação do óxido nítrico com citoesqueleto; Efeitos de Mycobacterium leprae e M.tuberculosis sobre a produção de óxido nítrico; Farmacologia do processo inflamatório e doloroso; Efeitos citotóxicos do óxido nítrico.

DSC_3723a_edited.jpg

Patrícia Machado Rodrigues e Silva Martins

Pesquisadora titular do Instituto Oswaldo Cruz/Fiocruz

Bolsista: CNPq - Nível1B e CNE/FAPERJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/4062327408011994https://orcid.org/0000-0002-6613-9000

Laboratório: Laboratório de Inflamação

Telefone: +55 (21) 25621333

Endereço: Avenida Brasil, 4365. Fioruz. Rio de Janeiro

E-mailpatsilva1910@gmail.com
Bio: Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Biologia (Biociências Nucleares) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1987) e doutorado em Biologia Celular e Molecular pela Fundação Oswaldo Cruz (1991), com estágio sanduíche realizado na Unité de Pharmacologie Cellulaire, Institut Pasteur, Paris (1988). Realizou seu pós-doutoramento no National Heart & Lung Institute, Imperial College (Londres) (1996-1998). Atualmente é pesquisador em Saúde Pública (III) do Laboratório de Inflamação do Instituto Oswaldo Cruz da Fundação Oswaldo Cruz e pesquisador 1B do CNPq e Cientista do Nosso Estado da FAPERJ. Tem atuado como consultor ad-hoc em agências de fomento nacionais e internacionais, sendo atualmente Coordenadora de Área da FAPERJ, além de membro do CA-BF do CNPq (2016 - 2021). Atuou na coordenação da Câmara Técnica de Ensino do IOC (2013 - 2017). É membro de diversas sociedades científicas como Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Farmacologia e Terapêutica Experimental (2016 ? 2021) e Fellowship da British Pharmacological Society. Participou do projeto TIMER da European Union. É revisora convidada de várias revistas científicas e membro do corpo editorial do British Journal of Pharmacology, Frontiers in Pharmacology, e do Fibrogenesis and Tissue Repair. Possui cerca de 170 artigos publicados em revistas indexadas e 7 capítulos de livro, tendo orientado 30 teses de Mestrado, 17 de Doutorado e 10 pós-doutores, além de mais de 50 alunos de iniciação científica. Tem experiência na área de Farmacologia, com ênfase em Farmacologia Bioquímica e Molecular, atuando principalmente na área que estuda o componente inflamatório envolvido em doenças pulmonares crônicas, tanto de caráter imunológico como não imunológico, com vistas à identificação de novas alternativas terapêuticas voltadas para o controle destas fisiopatologias.

Linha de Pesquisa: Busca por terapias eficientes para o processo inflamatório pulmonar crônico induzido por partículas de sílica; Estudo da influência do estado diabético sobre o desenvolvimento da resposta inflamatória de natureza alérgica; Busca por novas substâncias com propriedades antiinflamatórias e antialérgicas.

paulo melo.jpg

Paulo de Assis Melo

Professor Titular da Faculdade de Medicina/Macaé/UFRJ

Bolsista: CNPq - Nível1C e CNE/FAPERJ

Currículohttp://lattes.cnpq.br/6954875796234519https://orcid.org/0000-0003-1250-6933

Laboratório: Farmacologia das Toxinas

Telefone: +55 (21) 3938-6443

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 16. Cidade Universitária

E-mail: melo.pa@gmail.com

Bio: Possui graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Campos (1976), CRM RJ 52 26672-4. Residência em Anestesiologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro(UERJ,1978), Especialização (1978) e Mestrado em Farmacologia e Terapêutica Experimental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1983), Doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica; 1992) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Pós-doutorado com bolsa do CNPq na Oklahoma State University, OK, E. Unidos(1994-1996). Professor. Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Campus UFRJ-Macaé, Pesquisador IC do CNPq e Cientista de nosso Estado(CNE/FAPERJ). Tem experiência médica nas áreas de Anestesiologia Clínica, Terapia Intensiva, ensino de Fisiologia & Farmacologia, com ênfase básico-clínico. É professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia e Química Medicinal ICB, CCS da UFRJ. Na pesquisa atua principalmente nos seguintes temas: Farmacologia das Toxinas e Substâncias Antagonistas; Desenvolvimento de modêlos experimentais (Pancreatite), Farmacologia de peçonhas (Toxinologia). Investiga Polianiontes Sulfatados Naturais e Sintéticos,Substâncias de plantas ou ana´logos sintéticos planejados com propriedades anticitotóxicas e de inibição enzimática. Estudo de antagonistas de toxinas de animais e plantas; Uso de Policationtes citotóxicos naturais e de peçonhas no desenvolvimento de fármacos e novas substâncias planejadas anticitotóxicas.

Linha de Pesquisa: Pancreatite Aguda Experimental e Agentes e/ou Substancias Terapeuticas; Farmacologia das Toxinas e Substancias Antagonistas- Farmacologia e Toxinologia; Farmacologia das Toxinas e Substâncias Antagonistas/Pancreatite Aguda Experimental.

Foto Samuel UK.jpg

Samuel dos Santos Valença

Professor Associado I do Instituto de Ciências Biomédicas/UFRJ

BolsistaCNPQ - Nível 1D e CNE/FAPERJ

Currículo: http://lattes.cnpq.br/3979148859159035https://orcid.org/0000-0002-1868-9905

Laboratório: Laboratório de Biologia Redox

Telefone: +55 (21) 3938-6733

Endereço: Avenida Carlos Chagas Filho, 373. Prédio do CCS, bloco J, sala 25, Cidade Universitária

E-mail: samuelv@icb.ufrj.br

Bio: Possui graduação em Fisioterapia pela Universidade Gama Filho (1997-2000), Mestrado em Morfologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2001-2002), Doutorado em Morfologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2003-2005) e Pós-Doutorado pela "University of Utah" (2013-2014). Atualmente é Professor Associado I da Universidade Federal do Rio de Janeiro, participando ativamente do Programa de Graduação em Histologia e do Programa de Pesquisa em Farmacologia e Inflamação do Instituto de Ciências Biomédicas. Presta assessoria técnica ao Ministério da Educação (INEP). Tem experiência nos temas relacionados ao estresse oxidativo, inflamação, reparo tecidual e matriz extracelular.

Linhas de pesquisa: Reparo tecidual; Estresse oxidativo; Inflamação.